segunda-feira, 7 de março de 2016

PT Saudações: para o bem do próprio PT

Nosso blogue está realmente de férias. Mas os fatos que acontecem em nosso país me forçou a escrever um texto extraordinário a ser publicado no calor dos acontecimentos.

O clima de "já ganhou" que os petistas demonstram me preocupa. Claro que apesar de não ser petista, percebo que Lula está sendo vítima de uma injustiça. Acompanhei sua trajetória. Quanto aos outros petistas não posso falar sobre isso. Mas noto que o PT deveria fazer algo que parece meio desagradável para seus membros e simpatizantes, se não quiser permitir a instalação do caos ou talvez da guerra civil em nosso país.

Os petistas agem como se não percebessem que seus opositores, apesar de estarem em menor número, são fortes, altamente influentes e detêm o controle midiático. Estão chamando leão faminto de "meu gatinho fofinho". A onda de ódio anti-petista é crescente e pode, como vem demonstrando, gerar consequências catastróficas.

Sensatez x Poder de Influência

Mesmo que direitistas sejam burros, odeiem História e criem suas convicções com base na confiança na mídia e em instituições que para eles parecem confiáveis, além de estarem muito mais interessados em tirar um desafeto do poder do que combater a corrupção, eles contam com o apoio do Poder Econômico, representado pelos homens mais ricos do país e das cúpulas locais das empresas estrangeiras instaladas no Brasil. A esquerda tem a sensatez, mas a direita tem o poder de influência.

É muito dinheiro sendo investido para transformar a população inconformada em um exército anti-petista para lutar pela volta da direita ao poder. A falta de discernimento e a má educação desses inconformados* dá oportunidade para que a mídia manobre de forma bem sucedida, transformando em "informação" boatos típicos de adolescente revoltado com os interesses que estão sendo negados.

Os direitistas, mesmo burros, não devem ser subestimados. É uma considerável multidão em ponto de bala, com fome selvagem de vingança pela manutenção do inimigo que supostamente ameaça seus interesses. Os petistas e também a esquerda em geral, precisa agir para que essa inconformação não se transforme em uma sanguinária guerra.

Dilma renuncia e o PT é extinto

Sim, é isso mesmo que foi escrito. Infelizmente tem que se tomar medidas drásticas e amargas para que as coisas não piorem. Seres humanos valem mais que ideologias e manter o PT, totalmente desacreditado e com a reputação não somente manchada, mas em ruínas, só pode piorar as coisas.

A renúncia de Dilma e o fim do PT poderia acalmar a direita e seu "exército" de inconformados. Com o fim do PT, a direita se sentiria dispensada de usar a força e poderia retomar o poder com maior tranquilidade. Seria claro, um governo conservador, excludente, mas não sanguinário. Como Lula e Dilma não acabaram com o Capitalismo, creio que pouca coisa iria mudar com uma direita moderada no poder.

Mas em caso contrário, como ameaça acontecer, já que os petistas ignoram que perderam prestígio, a direita arrumará um jeito violento para voltar ao poder. A direita possui o dinheiro e a mídia nas mãos como principais armas para manobrar as circunstâncias a seu favor. Para conter a teimosia petista, instalaria um governo com mãos de chumbo que não mediria esforços nem ética para usar a força para que os petistas e qualquer tipo de desafeto não tenha que impedir os planos dominadores da elite enraivecida.

O ideal que o PT fosse extinto, esperasse a poeira baixar e retornar com outro nome e uma proposta mais moderna, totalmente divorciada do estereótipo socialista consagrado pelos soviéticos. Precisamos de um novo Socialismo, mais prático e menos teórico e que proponha o bem de todos não essa insanidade de "Ditadura do Proletariado" que preocupa os direitistas mal-informados.

O PT teve uma bela trajetória. Lula foi e ainda é um grade líder. Mas está desacreditado graças a um trabalho muito bem articulado pela grande mídia, que sabe criar obras de ficção e se aproveita da ignorância e do inconformismo da população. Para o bem dele, de seu partido e de seus simpatizantes, seria melhor ele sair de cena, ficar no anonimato e retornar mais forte.

O moribundo Partido dos Trabalhadores deveria acabar para o bem dele mesmo e pensar em uma nova forma de fazer Socialismo, renascendo totalmente novo, sem fazer referências ao antigo partido. Se continuar como está, vai acabar pela força, da pior maneira, totalmente ensaguentado pela coronhada dada pela hoje "altamente confiável" direita, cuja figura "heroica" é simbolizada na pessoa do bravateiro juiz Sérgio Moro. 

Melhor para o PT encerrar sua trajetória de cabeça erguida do que ser "conduzido coercitivamente" a se extinguir, com a cabeça baixa e sem condições de reverter a sua realidade e tendo que aceitar na marra o autoritarismo de uma elite que sempre quis o poder a riqueza e o prejuízo alheio.

Bom lembrar que esse clima de otimismo petista lembra muito o clima positivo do Governo de João Goulart para ele depois ser deposto violentamente e começar a história triste que conhecemos e que se encontra num cenário perfeito para retornar

---------------------------------------------------------------------------
*OBS: Para quem acha que a elite não e burra porque possui diploma, lembro que diploma nunca serviu como atestado de inteligência. A inteligência é demonstrada pelo bom senso e pelo discernimento. E conseguir um diploma é muito fácil, bastando, em tese, cumprir o que os professores (que fingem ensinar) exigem dos alunos (que fingem aprender). 

Sabe-se que o sistema educacional brasileiro sempre foi decadente em todos os níveis e todas as classes e que além de ser exclusivamente focado no mercado de trabalho, consagrou o mito de que "inteligência" é acúmulo de informação quando na verdade é o processamento de ideias. Processamento errado, inteligência ruim. É o que é observado em cerca de - pasmem! - 90% dos brasileiros. Resultado da péssima educação oferecida no país há décadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.