segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Porque analfabetos políticos tendem para a direita?

Um dos fatos mais notados ultimamente é que os analfabetos políticos estão pendendo para a direita. Para quem não sabe o que é ideologia de direita, é qualquer ideologia que defenda valores estabelecidos e os interesses das classes dominantes. É basicamente isso.

Mas parece coincidência que analfabetos políticos defendam ideais de direita. Analfabetismo político é quando pessoas desconhecem fatos históricos e pretendem defender uma visão de política baseada no que é dito pelas pessoas comuns em conversas informais e pelos meios de comunicação, controlados por pessoas interessadas em manter valores e interesses estabelecidos.

Analfabetos políticos não precisam ser analfabetos em tudo. Há analfabetos políticos entupidos de diplomas com mais alto grau. Geralmente são formados em áreas que não trabalham diretamente com fatos históricos. Mas mesmo assim, há profissionais ligados à área de humanas que são analfabetos políticos por conveniência, já que estão isso mais para ganhar dinheiro do que para contribuir com a sociedade. Mas pós-graduados não são maioria entre os analfabetos políticos, embora existem em grande quantidade.

A grande maioria dos analfabetos políticos se encontra na população em geral. Jovens e adultos com preguiça intelectual, mas interessados em fingir que entendem política (isso dá prestígio), ao invés de assumirem que não sabem política, se metem a falar besteiras a respeito. Dependendo do prestígio e da influência social de quem as divulga, essas besteiras vão se espalhando e virando "verdades" no imaginário coletivo que acaba criando uma "historiografia" paralela sobre a realdade.

Os analfabetos políticos não só desconhecem História como desconhecem as leis. Costumam entrar em contradição e escolher entre dois políticos que cometem os mesmos erros qual será punido e qual não será. Distorce fatos do passado e costuma considerar deturpadores como "fiéis seguidores de doutrinas", colocando no fundador a culpa de atrocidades cometidas por deturpadores.

Ah, o mais importante: analfabetos políticos adoram estereótipos. Como acreditar em estereótipos não exige esforço, é o caminho mais conveniente. Mas estereótipos enganam. A percepção imediata das coisas costuma vir desacompanhada da lógica e muitas injustiças são cometidas com base na observação de estereótipos. mas é desta forma que os analfabetos políticos definem quem é "bom" e quem é "mau" no cenário político e econômico.

Mas porque analfabetos políticos tendem a ser de direita?

A resposta é simples: por instinto. Instinto animal. É conveniente para a sobrevivência humana defender valores estabelecidos (que mesmo falhos, garantem a permanência de alguns supostos direitos básicos) e os interesses de lideranças (o líder protege e orienta e nossa sociedade não se considera preparada para viver sem líderes, que podem ser considerados um mal necessário).

O Empresariado, que embora poucos saibam, sustenta e manda nos políticos, é uma classe muito respeitada pela população em geral. Donos dos meios de produção e responsáveis por dar empregos (ma remunerados) a população, nunca são alvo de críticas até porque são eles que darão emprego que vai sustentar, mesmo precariamente, a vida das pessoas. Com medo de se darem mal. optam por respeitar esta classe, escolhendo os políticos (estes na verdade capachos dos donos das empresas) como bodes expiatórios que se tornam alvos da revolta popular.

E agradar aos empresários (quem também controlam os meios de produção) é uma atitude instintiva do brasileiro, sobretudo do analfabeto político, que não vai criticar aquele que dá a esmolinha utilizada para que a população possa se virar para sobreviver.

Por isso que os  analfabetos políticos tendem para a direita. Desconhecendo as relações de poder, ao preferir ficar do lado dos mais fortes, para que nunca se deem mal. Quem tem que "se ferrar" são os representantes da classe dominada que "se meteram" com o poder, como muitos petistas.

O poder, segundo os direitistas, deve ser entregue aos ricos capitalistas, cujo estereótipo é  de serem pessoas ultra-perfeitas, quase sobre-humanas, "sempre inteligentes", "sempre responsáveis" e "sempre bondosas". Estereótipo respeitado justamente porque ninguém se interessa a pesquisar melhor sobre como funcionam as relações de poder. Analfabetos odeiam pesquisar. 

E isso explica a tendência dos analfabetos políticos penderem para a direita. A sobrevivência física e material é meta única e cada um pretende proteger seus interesses particulares mesmo que todo o mundo se exploda. Se o mundo acabar e apenas o interesse de cada um for preservado, o dono deste interesse estará tranquilo. 

Esqueçam que os analfabetos políticos querem combater a corrupção. Isso é conversa para obter prestígio social e satisfação imediata de seus interesses. A evolução e o bem estar de toda a coletividade nunca faz parte do interesse particular dos analfabetos políticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.