segunda-feira, 13 de abril de 2015

O PT é culpado pela sua decadência

Há um bom tempo, o PT e seus representantes se tornaram os principais bodes expiatórios do país. Para quem não conhece s fatos históricos, pareceu que os partidários da estrela vermelha inventaram a corrupção e tudo de ruim que está aí. Esquece a população revoltada que essa corrupção toda é resultado de um complicadíssimo processo que se iniciou desde que Pedro Álvares Cabral colocou seus pés neste território.

O que se pode dizer é que, se não inventou a corrupção e nem começou toda essa onda toda, o PT cometeu muitos erros que favoreceram esta da de ódio contra  partido e contra tudo que se refere a ele, inclusive o Socialismo propriamente dito, a quem o PT acabou não sendo fiel. A coisa está tão feia que tem gente culpando Karl Marx pelos erros do PT (que são claramente erros típicos do Capitalismo).

Podemos fazer uma pequena lista dos erros do PT, tendo a infeliz constatação que é melhor que ele saia do poder, abrindo caminho para a direita arrasar com o país e eliminar de vez as ilusões que fazem quase todos pensarem que os puxa-sacos do Grande Empresariado irão salvar o país de todo o mal. Os erros do PT:

- Ter feito alianças com partidos e políticos ideologicamente opostos;
- Adotado em sua prática ideias e medidas de direita;
- Recusa a mudanças radicais, optando por alterações leves;
- Brigado de frente com a grande mídia, que é interesseira, mas tem poder de formar opinião;
- Estimulou o consumismo sem tirar os pobres de sua situação;
- Estimulou a decadência cultural do país e defendeu tendências popularescas;
- Usou medidas paliativas para - tentar - resolver problemas do país;
- Se envolveu em corrupção, sem ter condições de escondê-la como faz a direita;
- Não conseguiu reverter nenhum de seus erros, preferindo justificá-los com desculpas frouxas;
- Seus simpatizantes não reconhecem os erros do partido e clamam vitórias antes do tempo.

Pode ser que o PT tenha errado ainda mais. Mas estes são os erros mais nítidos. Certamente se nenhum desses erros tivesse sido cometido, essa onda de ódio anti-PT e anti-esquerda não teria acontecido. Agora é engolir o fortalecimento da direita e suportar as consequências disto.