segunda-feira, 9 de março de 2015

Clamando por uma nova esquerda

As trapalhadas em que se envolveu o PT mostraram que foi um péssimo negócio para o partido ter abandonado suas propostas originais em troca de alianças estranhas e rompimento total com propostas que defendia quando o partido foi fundado. 

Embora nem simpatizantes, nem críticos assumam, o PT mudou muito, virando um partido de centro-esquerda, mais para centro, absorvendo a proposta original do suposto rival, o PSDB, hoje neoliberal. Bastidores ainda vão mostrar que os dois partidos não são rivais assim como todo mundo pensa.

Para a maioria dos brasileiros, pessimamente educados e muito mal informados,o PT representou fracasso da aplicação do Socialismo no Brasil. E eu pergunto: que Socialismo? Tolice querer usar os erros tipicamente capitalistas cometidos pelo PT para atacar o Socialismo.

Mais tolice ainda é querer definir o que o PT faz como Socialismo autêntico. Engraçado: os direitistas devem estar achando que o "Socialismo" praticado pelo PT deve ser perfeito, pois ao invés de exigirem um Socialismo de melhor qualidade, prefere eliminá-lo de vez e trocá-lo pelo malfadado e comprovadamente fracassado Capitalismo, a truculenta doutrina dos egoístas.

Trocar um Socialismo supostamente ruim - na verdade o PT só é "Socialista" na aparência; acordos com aliados de direita provam isso - pelo Capitalismo com absoluta certeza é eliminar um problema colocando outro problema no lugar. Virou estranha tradição na nossa sociedade substituir problemas por problemas, o que se torna a verdadeira razão para tudo ficar como está.

E se o PT, que mesmo sendo na prática um capitalista moderado é considerado um péssimo socialista, será que não há, longe do partido, uma alternativa que represente uma esquerda mais eficiente e fiel a seus princípios?

Há outros partidos de esquerda no país. Mas estão todos viciados, ainda presos na União Soviética de tempos remotos. Ninguém admite, mas a esquerda está perdendo espaço para o Capitalismo, justamente por casa disso: mofado, ainda preso aos antigos líderes soviéticos e seus atuais discípulos, sem oferecer novidades a sua ideologia, além de amargar um equivocado estigma de ditadura cruel graças à distorções cometidas por Josef Stalin. 

Tudo isso faz com que a esquerda perca o seu prestígio diante do reluzente clima de shopping center oferecido pelo Capitalismo, que em tese, defende a democracia e a liberdade desde que você pague - e bem caro - por elas. E liberdade, um dos mais básicos dos direitos, não deveria ser paga.

E diante de um Capitalismo que naturalmente nunca se consertará - se o Capitalismo se tornar altruísta, ele morre, virando outra ideologia - e uma esquerda antiquada, sem propostas, como ficamos? 

Ainda aguardo uma nova esquerda. Nunca vou deixar de ser socialista porque ainda acredito nos seres humanos. Sei que não deveria ser surpresa o crescimento das ideias de direita em tempos onde pessoas estão amando cada vez menos pessoas, desconfiando umas das outras e desviando os focos de afeto para animais, times de futebol e divindades, mostrando que o amor entre pessoas saiu de moda.

E sinceramente: o cenário político no Brasil nunca favoreceu a aplicação do verdadeiro Socialismo, Quando a coisa aperta, é para os braços dos ricos capitalistas que todos correm, para comer as escassas migalhas que os donos do poder soltam quando andam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.