segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Elite burra e odiosa pode ter sido principal motivo para a derrota de Aécio

E finalmente o resultado se deu. Mais 4 anos de Dilma. Claro que entre os dois que sobraram no segundo turno, a Dilma é a "menos ruim", já que o programa do PSDB só agrada a uma pequena minoria da população brasileira. Mas candidatos com propostas bem melhores acabaram perdendo o primeiro turno por falta de visibilidade.

Durante o primeiro turno, a campanha foi marcada por uma ação psicologicamente violenta por parte dos cabos eleitorais de Aécio, onde memoria e conhecimento histórico foram literalmente jogados no lixo. Um bando de mensagens agressivas e completamente alienadas foram colocadas para derrubar Dilma e os petistas, não com críticas sensatas sobre os erros reais dos governos petistas, mas inventando defeitos. Mensagens tentando "mostrar" que o PT seria pior do que realmente é.

Que os governos do PT erraram feio, isso é fato. Não faltam argumentos para serem usados para provar que os governos petistas foram um fracasso. Era desnecessário ficar inventando tolices como "PT é nazismo", "PT é ditadura", "Socialismo não presta por que o PT não presta", pois motivos não faltavam para o PT ser rigorosamente criticado. 

Jovens ricos derrubam mito de que "rico é sinônimo de inteligente"

As mensagens alienadas e agressivas lançadas por jovens da elite sócio-econômica nas redes sociais prova que a nossa elite não é tão inteligente como tradicionalmente se pensava. Muitos jovens tem subido na vida de modo bastante fácil. Filhos de ricos, herdam fortunas, bens e empregos de seus ancestrais. Os de classes pobres, com a inclusão que se encontram, sobem também rapidamente, mesmo co alguma dificuldade. 

Em ambos os casos, o nível educacional é negligenciado, pois o que interessa é ganhar dinheiro, consumir e adquirir poder de influência social. Da inteligência, pega-se apenas o rótulo. Ser inteligente é ruim porque exige esforço, mas parecer inteligente é muito bom porque angaria respeito e dá poder.

Essa juventude alienada, sem conhecimento histórico, preferiu a histeria. Para derrotar seu "inimigo" a elite juvenil lançou mão daquilo que mais sabia fazer: não saber de nada. Inventar tolices sem sentido, divulgar em larga escala um monte de absurdos que um bom estudo de História iria provar ser uma farsa. Foi um terrível exagero que manchou a reputação de nossa elite, além de destruir de uma vez o mito tolo de que rico é sinônimo de inteligente.

O desespero de não ter que dividir renda, de usar os meios de comunicação como porta-vozes de uma elite cada vez mais excludente e gananciosa, entre outras "medidas", fizeram essa elite de fraldas rugir feito asno e dar um tiro no próprio pé, favorecendo, do contrário que desejavam, a derrota de seu representante político.

Se a elite achou que o rótulo de "inteligentes" iriam protegê-los, permitindo que agissem feito ignorantes ("pra quê agir com inteligência, se eu já sou inteligente?", devem ter pensado muitos deles), desfilando uma rajada de bobagens. Mas vejo que isso foi um tiro na culatra, pois com o segundo turno, a esquerda sensata (maioria não-petista, como eu) contra-atacou com críticas sensatas contra os exageros da elite juvenil.

E o resultado não pode ser outro. As mensagens insensatas logo começaram a ser contestadas com sensatez, pois estava torrando a paciência do mais tranquilo monge esses papos que não passam de versões "high tech" dos arcaicas histerias anti-comunistas comandadas por Joseph MacCarthy nos Estados Unidos dos anos 50, coisa típica de sociedades muito atrasadas, como um neo medievalismo.

Não é à toa que chamavam de "caças as bruxas", aos moldes do que se fazia na era medieval. Nada mais medieval que o capitalismo brasileiro e suas empresas-feudo. Se o Capitalismo francês tratou de eliminar a era medieval, o Capitalismo brasileiro deseja imensamente o retorno à Idade das Trevas.

Capitalismo é ditadura e trata liberdade como mercadoria

Tradicionalmente nossa juventude detesta ler e detesta ainda mais estudar História. Esses fatores foram cruciais, mesmo que indiretamente, para a derrota de Aécio Neves. Seguros da fama de "inteligentes" que a elite sempre teve, acharam que as teorias conspiratórias lançadas contra o PT, agregadas da falsa sapiência dos estudantes das mais caras escolas, iriam garantir a eleição do candidato da elite, fazendo-nos crer que o Capitalismo é o melhor caminho para a democracia. Outro engano.

O Capitalismo é uma ditadura. Sim, e isso é fato. É uma ditadura diferente, mas é uma ditadura. Onde ricos são os únicos que tem direitos plenos e que explora ao máximo as outras classes que na prática, só existem para lhes servir. 

A liberdade, no sistema capitalista é tratada como mercadoria. Só é livre quem paga o que os poderosos querem. E somente ricos são totalmente livres. As relações sociais no Capitalismo são as mais predatórias possíveis. Onças famintas convivendo com dóceis ramsters. Como achar que um sistema assim é "perfeitamente democrático".

PT nunca foi socialista

O chamado "Socialismo" do PT nunca existiu. Os governos do PT foram altamente capitalistas. Se erraram, erraram como capitalistas. Todos os casos de corrupção ocorridos são tipicamente capitalistas. E não vi nenhum projeto autenticamente de esquerda nos governos petistas. Até a forma de inclusão social por meio de "bolsas" (herança de FHC, do PSDB, esquecidos!) não me parece muito socialista, já que a verdadeira inclusão social deveria seguir a lógica de "ensinar e dar condições para pescar" e não uma grande esmola a estimular o desemprego voluntário e o descontrole da natalidade.

PT ferrou com o Capitalismo? Nem um pouquinho. Não conheço um único grande empresário que se ferrou por causa dos governos petistas. Eike Batista? Não, não foi o PT que o fez perder dinheiro e sim incompetência administrativa do próprio empresário, que preferiu ser o mais rico do mundo do que acumular e administrar renda de forma sensata. Digo isso porque entendo de Administração. O que aconteceu com ele teria ocorrido do mesmo jeito em um governo tucano.

O Socialismo, aliás, nunca foi posto em prática. O sistema criado por Karl Marx era justo e muito bom. Os soviéticos deturparam tudo e em nome do Socialismo fizeram governos sem liberdade e sem progresso, gerando uma má fama que acabou fortalecendo ainda mais o injusto e cruel Capitalismo.

Vitória de Dilma é vitória da mesmice

Coma vitória de Dilma, o Capitalismo suave do PT continuará agindo como sempre. Não esperemos novidades, pois duvido que Dilma lance alguma nova medida em seu novo mandato. Ficaremos do mesmo jeito que nos últimos 4 anos, com descontrole da natalidade, problemas resolvidos com paliativos e/ou com projetos malfeitos conhecidos com denominações através de siglas e a decadência cultural e educacional causadas pela inclusão irresponsável de jovens muito mal educados, uns preferindo empinar os seus rabos em eventos de gosto duvidoso, enquanto outros (também chegados os mesmos eventos, acreditem!) vivem de bombardear idiotices de direita na tentativa desesperada de se manterem no poder.

A essa elite juvenil, um recado: fiquem tranquilos, vocês nunca sairão do poder. Apenas, com essa atitude desenfreada, conseguiram destruir o conceito que sempre achei errado, de que vocês eram inteligentes só porque eram ricos. Nas periferias há muito mais jovens que dão um banho em conhecimento histórico, mesmo com a imensa dificuldade que possuem para frequentar uma escola, decidindo estudar por conta própria. Pensem nisso. Não uma, mas milhões de vezes.

Até porque com cabos eleitorais como esses, simultaneamente ignorantes e elitistas, não há cidadão sensato que queira votar no candidato deles.

domingo, 26 de outubro de 2014

PT e PSDB são quase a mesma coisa


Vamos ser maduros e reconhecer que não existem mais ideologias. Não existe Socialismo, Comunismo ou qualquer coisa similar. Vivemos e sempre vivemos no mais puro Capitalismo. Porquê? Porque a política vive a base de dinheiro. Como todo mundo aqui.

O que vai contar mesmo é como os governos movimentam o dinheiro, como eles ganham, como eles gastam, de onde receberão o dinheiro, para onde vai, etc. Nenhum dos dois que sobraram querem saber de ideologias. Eles farão sempre a vontade de Grandes Empresários brasileiros ou estrangeiros, os verdadeiros donos do poder e eles que ditam todas as regras, usando a televisão como reguladora das opiniões coletivas.

É infantilidade boba querer atacar ou defender candidatos por meio de ideologias. Aprendamos de uma vez que o dinheiro (capital) é que sempre governou o país, não importa qual seja partido ou candidato.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

O problema da Meritocracia

Muito se tem falado sobre Meritocracia. Para quem não sabe, Meritocracia, em tese, é quando alguém conquista uma posição social por base do esforço e do acúmulo de conhecimento. Até aí, nada demais. O problema é como essa Meritocracia é posta em prática.

Os defensores da Meritocracia acreditam que o sistema meritocrático é justo porque os "vencedores" (sei de razões que me obrigam a colocar aspas nessa palavra) são julgados de maneira objetiva, analisando suas aptidões e seu conhecimento. Mas os mesmos defensores se esquecem de algumas coisinhas. 

- As regras para essas conquistas são elaboradas subjetivamente pela classe dominante, composta por seres humanos tão falhos quanto os que eles pretendem julgar.

- Desconhecemos a trajetória de muitos "vencedores" e muitos deles podem ter "vencido" não pelos seus méritos, mas por satisfação subjetiva dos interesses de quem os julga, já que os "vencedores" fazem tem o privilégio de fazer as regras, que nem sempre são justas, já que há o desejo de não ferir os próprios interesses.

- Todos os seres humanos tem direitos básicos, que não costumam ser respeitados na Meritocracia.

- Competitividade é sinal de atraso, é coisa adequada ao Reino Animal. Se há competição, é porque um benefício não está sendo devidamente distribuído. A prática prova que sociedades mais atrasadas são mais competitivas, mesmo que essa competitividade seja praticada e defendida pela elite dessas sociedades atrasadas (e quem disse que elite não é ignorante?).

- E será que os critérios para a escolha dos vencedores são realmente justos? A grande ênfase dada ao comportamento durante as entrevistas de emprego (cujo entrevistador é um ser humano, com defeitos), em detrimento da observação das capacidades do candidato, tem contribuído muito para a queda na qualidade de produtos e serviços, praticados pro profissionais sem um mínimo de talento ou vocação. 

Esses fatores tem demonstrado que a Meritocracia exige um gigantesco senso de justiça para ser posta em prática. Um senso de justiça que nem os maiores juristas do Brasil possuem de fato. Algo que pode ser visto apenas em sociedades realmente  evoluídas, como a escandinava.

O Brasil está muito longe de por em prática qualquer tipo de melhoria, Políticos, empresários, celebridades, religiosos, esportistas e outros tipos de lideranças, vivem de oferecer promessas vazias respaldadas pelos seus prestígios sociais. Há muito tempo essas promessas tem se mostrado sem resultado. 

O que mostra que continuaremos com uma Meritocracia cada vez mais injusta e ineficiente, onde burros de gravata ditam regras para  que inteligentes obedeçam sem murmurar. 

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Direita odiosa e desinformada sofre chacota em blogues e redes sociais

Acabou-se o que era doce. O aparente triunfo da elite ignorante que por desconhecer completamente a historiografia da humanidade, vivia despejando teses incoerentes a respeito do Socialismo e das ideologias de esquerda, foi colocada em xeque, pois sua ignorância brutal está sendo criticada em blogues e redes sociais.

Já era tempo. Homéricas asneiras vem sendo espalhadas pela direita, no mais absoluto desconhecimento histórico, para destilar seu ódio pelo Socialismo, se aproveitando do fracasso dos governos petistas. Os direitistas ignoraram sobretudo que o PT traiu o Socialismo, se aliando com partidos de direita e absorvendo práticas e ideias capitalistas. 

Para integrantes e simpatizantes da direita odiosa, não somente o PT representava o mais autêntico Socialismo (o que não é verdade), como toa e qualquer linha de esquerda teria que ser responsabilizada pelos erros cometidos pelo PT. Ora, vejam só: Karl Marx tendo que pagar pelos erros cometidos por Lula, Dilma, Zé Dirceu & CIA, personalidades que não existiam no tempo em que ele escreveu, junto com Friedrich Engels o excelente livro Das Kapital.

Marx não deveria pagar pelos erros dos pétistas

O Socialismo como um todo nunca deve responder pelos erros petistas. nada há de errado no Socialismo, a não ser o fato de que nunca foi posto realmente em prática. Não pensem que o sistema retrógrado que foi implantado na antiga União Soviética e copiado por Cuba e por países do leste europeu e alguns asiáticos. Não era isso que Marx definia como Socialismo.

Mas o PT sequer copiou esse sistema. apesar de ter relações amigáveis com Cuba, o sistema visto no Brasil é mais uma forma morna de Capitalismo, digamos não-selvagem. Até mesmo os erros cometidos pelo PT tem muito de capitalista. Achar que o erro do PT foi ser "autenticamente socialista" é de uma alienação sem tamanho e falta total do senso de observação.

Até porque a corrupção praticada usou muito das prerrogativas capitalistas, de acúmulo de dinheiro e favorecimento de cúpulas, algo que para os bem informados é tipicamente capitalista. 

Socialismo petista? Aonde, meu filho?

Eu nada vi de "autenticamente socialista" nos governos petistas e essa acusação feita pelos direitistas é um sinal de que as elites estão emburrecendo. Talvez com a inveja do emburrecimento das classes menos favorecidas. Pelo menos estas tem a humildade necessária para estimulá-los a abandonar a burrice, já que a pior coisa que existe é uma elite ignorante, que nunca quer aprender por acreditar que sabe tudo. sabe nada, inocente!

Mas tem horas que a incoerência tem que dar um basta. Após o encerramento do primeiro turno, começaram a aparecer críticas sensatas ao desfile de asneiras direitistas. A elite, metida a saber de tudo, deu um histérico show de ignorância histórica que eliminou de vez a sua reputação. Esse show de truculência burguesa não deveria permanecer eterna.

E isso é típico de uma sociedade como a nossa, que tem preguiça de ler livros, odeia conhecer fatos históricos, além de ser altamente crédula (talvez por estímulo da religiosidade, que é alta em nosso país), construindo suas convicções com base no que dizem, mesmo que vá contra a evidências.

A elite também sabe ser troglodita

A soma desses fatores fez com que este ódio se tornasse ainda mais irresponsável. Tudo bem ser contra o PT. O PT traiu a todos, fez governos de péssima qualidade e não trouxeram a mudança prometida em suas campanhas. Estimulou o próprio emburrecimento da sociedade, que como um verdadeiro Frankestein, se volta contra o seu criador de maneira bastante agressiva.

Mas uma coisa é ficar revoltado com o desempenho do PT. Isso é justo e altamente democrático, observando o contexto. Outra é se aproveitar disso para exorcizar os demônios interiores adormecidos nos corações de uma elite que detesta seres humanos, acha justa a desigualdade social e vive bajulando empresários, economistas, intelectuais e líderes de direita, muito mais preocupados em agir como versões carne em osso do Tio Patinhas, acumulando fortunas para ficar adorando-as dentro de imensos cofres, vizinhos de mansões imensas e solitárias.

Essa elite mostrou que além de mais insensível do que se pensava, é burra e grotesca. Trogloditas de terno capazes de jogar seus cérebros no lixo na tentativa de preservar interesses particulares. Isso não deveria ficar impune. Por isso é bom que esta gente endinheirada que despreza o seu valor receba as críticas mais duras que puder. Duras, mas sensatas.

Não vamos distorcer fatos

Essa verdadeira aula do que não se deve fazer em matéria de conhecimento histórico deve ser descartada. Novas gerações não podem absorver uma versão falsa da História, tão real quanto os personagens de quadrinhos ou as divindades das religiões. Fatos nunca merecem ser ignorados. Esse ódio direitista estava a ponto de cometer um grave erro de distorcer fatos para favorecer seus interesses. O Capitalismo sempre lançou mão de muita mentira para favorecer suas posições, mas o que se viu recentemente extrapolou qualquer tipo de mal-caratismo político.

Se o direitismo está voltando à moda, na intenção de preservar os interesses e as "conquistas" de uma elite burra, está fazendo isso da pior maneira. A direita finalmente mostra a sua cara feia e o seu desejo insaciável de prejudicar maiorias para preservar minorias. Vai pagar bem caro pela desinformação pseudo-sábia que anda difundindo.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Votarei em Aécio, mas ai dele!

Infelizmente, vamos ter segundo turno entre Aécio e Dilma.

Não vou com a cara desse Aécio, playboy metido que usa o sobrenome do avô para se promover, embora ele prefira ter FHC, o homem que vendeu o Brasil, como mentor ideológico.

Terei que votar nesse crápula porque não quero Dilma de jeito nenhum.  Votar em Dilma e querer que as coisas continuem do jeito que está.

Se bem que com Aécio, retomaremos os "bons tempos" de privataria, onde várias empresas brasileiras foram vendidas apreço de banana para os estrangeiros que desconhecem a nossa realidade, interessados apenas numa mão de obra que seja barata e cegamente obediente. São os gringos dizendo como a gente deve comer, dormir, transar e até mijar.

Eu preferia um segundo turno com Aécio e Marina, mas como os malandros do bolsa família decidiram que a sra. Flintstone deve continuar no poder. O playboyzinho vai ganhar meu voto.

Pelo menos, ele assusta mais a Dilma que a frágil Marina. A derrota da Marina, somada com a morte de Eduardo Campos, gera muitas suspeitas que é melhor averiguar.

Mas vai ser bom Aécio ganhar para ele ferrar com o Brasil e calar a boca desses direitinhas alienados, que só tiram nota zero em História, pois vão sentir o gosto amargo de ver seu ídolo na situação e fora da oposição.



Vou votar nele, mas vou cobrar dele feito um cão rottweiler! Que ele ao menos ferre o Brasil estando sóbrio, porque de presidente governando bebum o país tá cheio.

domingo, 5 de outubro de 2014

Escolha seu candidato

O candidato dos que querem andar para trás:



A candidata dos que querem ficar parados:



A candidata dos que querem andar para a frente:


Bom voto. Escolha aquele que te fará feliz.