segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Será que os mensaleiros serão inocentados?

Um imenso trabalho está sendo feito para tentar liberar os integrantes do chamado "Mensalão" das grades. Os lulistas intensificam cada vez mais campanhas e mais campanhas para que os seus amigos escapem dos braços da lei, mesmo que esteja confirmada, senão pela justiça, mas pela opinião pública, a participação de petistas no Mensalão.

Os petistas e seus simpatizantes lulistas, que ultimamente vem defendendo a mediocrização do país através da decadência cultural, da defesa de valores retrógrados ou imorais e pela adoção de medidas paliativas como soluções definitivas para problemas crônicos, não estão nem aí com a ética, estando mais interessados em livrar da punição os seus tão amados amigos e líderes.

Se os mensaleiros forem libertados, para a alegria dos lulistas, teremos uma situação vergonhosa que mostra que ainda não estamos evoluídos, aceitando qualquer coisa que venha de cima, como se esses governantes de meia tigela, empresários cada vez mais inescrupulosos e políticos da "oposição" (tão corruptos que qualquer mensaleiro) fossem nossos tutores, aqueles que cuidam de nossos interesses, o que na verdade não passa de ingênua ilusão.